Como deixar a casa segura para crianças e bebês

Compartilhe! Facebook Twitter Pinterest

Olá, pessoal! Nossa casa pode oferecer riscos aos bebês e crianças, pois muitos objetos que são comuns para nós, despertam a curiosidade dos pequenos. Para evitar acidentes, intoxicações ou afogamentos, vejam quais cuidados vocês deve tomar.

Criança mexendo na tomada

Shutterstock/Iakov Filimonov

Cuidados no quarto

Cuidado com berços baixos

Michael Pettigrew

  • Berço: As grades devem ter, no máximo, cinco centímetros entre elas;
  • Evite acessórios volumosos e fofos no berço (edredons, protetores, travesseiros, bichos de pelúcia grandes e outros brinquedos), pois podem oferecer risco de sufocamento. Em dias frios, prefira uma roupa quente;
  • Evite o uso de beliche para crianças com menos de seis anos e sempre proteja as laterais com grades;
  • Brinquedos: Evite os com pontas afiadas e que produzem sons muito altos. Também verifique periodicamente se estão em bom estado, pois itens pequenos que venham a se desprender podem oferecer risco;
  • Quanto melhor a circulação no quarto, menor o risco de uma criança esbarrar e se machucar;
  • Mantenha o cômodo arejado e os bichos de pelúcia limpos. Veja aqui como limpá-los.

Cuidados na sala

criança e portão de segurança para escada

Shutterstock/Daria Filimonova

  • Escadas: Use portões de segurança no topo e no pé das escadas, como portinholas;
  • Evite móveis embaixo das janelas, pois podem ser escalados;
  • Mesa de centro: Evite tampo de vidro, pois muitas crianças sobem nela;
  • Janelas e sacadas: Instale grades ou redes de proteção para evitar quedas;
  • Quinas de móveis: Coloque um protetor de silicone ou borracha;
  • Televisões também podem causar acidentes, pois tombam com facilidade. Se tiver painel de home theater, o ideal é fixá-la;
  • Use tapetes antiderrapantes ou retire-os da casa.

Cuidados na cozinha

Cuidado com objetos cortantes na cozinha

DmitriMaruta

  • Tome muito cuidado com comidas e bebidas quentes. Jamais deixe-as em cima da mesa com toalha que a criança consiga puxar;
  • Não deixe facas, garfos e outros utensílios cortantes, bem como objetos de vidro e cerâmica, em locais acessíveis. Esses objetos são um perigo;
  • Fogão: use as bocas de trás e deixe os cabos das panelas virados para dentro;
  • Não deixe os eletrodomésticos em altura acessível às crianças;
  • Evite que a mesa e as cadeiras fiquem próximas ao fogão;
  • Sacos plásticos: mantenha longe do alcance dos pequenos, pois oferecem risco de sufocamento;
  • Crianças não devem permanecer na cozinha sem a supervisão de um adulto;
  • Vale a pena colocar na porta da cozinha um portão de segurança.

Cuidados no banheiro

criança abrindo tampa do vaso sanitário

Shutterstock/Alexey Losevich

  • Mantenha a tampa do vaso sanitário fechado, pois crianças adoram brincar com água e podem se afogar;
  • Supervisione a criança durante o banho;
  • Banheira de adulto: Esvazie logo após o uso;
  • Guarde medicamentos, antissépticos bucais e outros produtos que ofereçam perigo de intoxicação, bem como eletroportáteis e utensílios afiados, em locais altos.

Cuidados na área de serviço

Cuidado com produtos de limpeza ao alcance das crianças

Heiko Barth

Este é um local da casa que deve ser proibido para crianças, pois há muitos riscos de intoxicação e acidentes. Portanto:

  • Guarde os produtos de limpeza longe do alcance das crianças;
  • Não deixe a tábua de passar montada com o ferro para que os pequenos não derrubem e não corram o risco de queimaduras ou acidentes.
O ideal é ter móveis que dificultem o acesso às crianças.

Cuidados no quintal

Criança brincando na piscina

Shutterstock / Sk Elena

  • Piscina: Instale cercas de isolamento de 1,5 metro de altura que não possam ser escaladas e portões com cadeados ou trava de segurança;
  • As grades dos ralos (drenos) da piscina devem seguir as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas);
  • Plantas: saiba quais são tóxicas e deixe-as inacessíveis;
  • Coloque piso antiderrapante.

Dicas para ter segurança em casa

Bebê na bagunça

Shutterstock / MNStudio

  • Use protetores de tomadas;
  • Evite objetos pontiagudos e cortantes, além do uso de vidro na decoração;
  • Não deixe fiação aparente e proteja fios desencapados;
  • Nunca deixe remédios ao alcance das crianças;
  • Ter uma babá eletrônica é uma boa ideia para acompanhar o bebê dormindo enquanto se faz outras tarefas.
  • Lajes, sacadas, janelas e escadas podem representar grande perigo, portanto, não devem ser utilizadas como espaço para brincadeiras. O ideal é que tenham proteções;
  • Use protetores de porta, de espuma ou borracha, para evitar que elas fechem e prendam os dedos da criança. Se não encontrar, improvise com um tecido atado às maçanetas, que impeça a porta de fechar;
  • Nunca deixe o bebê sozinho em cima de camas, sofás, cadeirões, trocadores ou qualquer superfície alta.

Nossa, superimportantes essas dicas, heim? Fundamentais! Vejam também como tornar a casa segura para idosos.

Beijocas estaladas!

Fontes: Bebel Marrey Ferreira; da organizer Adriana Saade; da coordenadora nacional da ONG Criança Segura, Alessandra Françoia; e da arquiteta Cristiane Schiavoni.

Tags:

Comentários


  • 23 de fevereiro de 2016 às 00:00
    DICAS DE SEGURANÇA P/ CRIANÇAS , BEBÊS . TODO CUIDADO É POUCO .
  • 23 de fevereiro de 2016 às 00:00
    OLHA PRETA QUE LEGAL
Ir para o topo