Como organizar o espaço do animal de estimação

Compartilhe! Facebook Twitter Pinterest

Cães e gatos necessitam do seu próprio espaço dentro da casa

Matéria baseada em entrevistas com o veterinário Renato Tartália, diretor do hospital veterinário público de São Paulo e a Consultora de organização pessoal Ana Afonso

Ter um animal de estimação é maravilhoso, mas também envolve dedicação, gastos e organização do dono. Muitas vezes o bichinho chega na casa ainda filhote e os costumes que se criam nessa época são levados para o resto de sua vida, por isso, a determinação de seu espaço dentro da casa é importante até para estabelecer disciplina ao animal.

Deixar claro para o bichano quais espaços pertencem somente a ele, qual lugar ele irá comer, dormir e fazer suas necessidades ajuda a estabelecer bons hábitos.

É importante saber também que a casa que abriga um animal deve ter ainda mais cuidados quanto à organização. Ter um animal em casa requer que o dono tenha consciência da responsabilidade em relação ao bem-estar do bicho em conjunto com a família. É importante ter cuidado com a higiene e conforto de seu espaço. Um local organizado dá segurança ao animal.

Veja na próxima página como organizar onde o animal irá comer.

Onde o animal irá comer

O bichinho de estimação acaba naturalmente estabelecendo os locais que mais gosta na casa. Esse lugar pode ser na frente da porta de entrada, em algum tapete específico, dentro ou até em cima de algum determinado móvel, no caso de gatos. É claro que o animal acaba convivendo e tendo suas preferências de onde ficar dentro do lar, mas três principais locais de seu uso devem ser pré-estabelecidos pelo dono: onde o pet irá dormir, onde irá comer e onde será seu banheiro. Esses locais, como estão dentro da casa ou do apartamento, devem ser em áreas completamente distintas. Onde o animal vai se alimentar, por exemplo, deve ser sempre distante da área onde ele fará suas necessidades.

O potinho de ração pode ficar na cozinha, na copa ou na área de serviço. A ração deve ser armazenada longe do chão, de preferência em um pote com tampa, longe de fontes de calor e umidade. As vasilhas de alimento e água devem ser sempre higienizadas e não se deve manter restos de alimento após o animal comer. O local onde será mantida a ração deve ser de fácil acesso e longe do banheiro da casa. O veterinário também diz que esse lugar deve ser, de preferência, bem arejado e claro.

Na próxima página, veja como escolher onde será o banheiro do animal.

O banheiro do animal

O local onde o animal fará suas necessidades, ou seja, onde estará seu jornal, tapete higiênico ou caixinha de areia, deve ser mantido sempre limpo, por isso, o ideal é que fique em um local onde a limpeza seja mais fácil de fazer, como a lavanderia. Na lavanderia sempre tem um ralo bem localizado, o que facilita lavar o local caso necessite, além de ser arejado, normalmente. No caso de apartamentos, deixar o animal fazer suas necessidades na sacada deve ser evitado já que pode ser motivo de incômodo e conflitos com os vizinhos. Saiba mais sobre a convivência de pets em condomínios. Quem mora em casa, onde geralmente há um quintal ou uma área de serviço externa, pode colocar o banheiro do animal ali.

Na próxima página, veja como escolher onde o animal irá dormir.

Onde o animal irá dormir

A cama do bichinho também deve ser em um local bem pensado. Mesmo a prática sendo comum, não é recomendado que o animal durma na cama com seus donos e se possível, é melhor evitar que ele fique até no mesmo quarto. O veterinário recomenda que a caminha seja colocada na sala ou em algum quarto extra da casa. O ideal é que o animal tenha uma almofada, colchonete, cesto, manta ou qualquer material que possa o isolar do frio, calor ou umidade que possa vir do piso. Onde isso ficará é particular ao dono, mas o melhor é que fique num cômodo onde ele possa ficar sozinho e sem estresse como no home office ou na sala de TV.

Na próxima página, veja como escolher onde os brinquedos do pet serão guardados.

Brinquedos do pet

O animal precisa ter um espaço para suas próprias coisas como seus brinquedos e no caso do gato, o arranhador. Renato Tartália afirma que, se o animal for brincalhão, é quase inevitável que seus brinquedos fiquem espalhados pela casa. Mas o veterinário recomenda que na hora de guardar os brinquedos, o ideal é que eles fiquem dentro da casinha ou em cima da caminha do pet, para que assim o bicho saiba que tem fácil acesso à suas coisas. Ana Afonso completa dizendo que uma caixa plástica permite guardar tudo e organizar o espaço, mas é importante, também, deixar que o animal pegue seus brinquedos quando quiser. É bom deixar um ou dois dos brinquedos preferidos do pet dentro de sua casinha ou onde ele passa mais tempo, como na sala. O arranhador do gato pode ficar nesse local também.

Leia também sobre como organizar a casa para receber um novo cachorro

Tags:

Comentários

Seja o primeiro a comentar nesse post!

Ir para o topo