Dicas para limpar e conservar a mala de viagem

Compartilhe! Facebook Twitter Pinterest

Deixe-a pronta para a próxima aventura

Limpar e armazenar as malas de maneira correta é a melhor forma de não ter uma surpresa desagradável na hora de tirá-las do armário para a próxima viagem. Os cuidados de limpeza devem seguir o material de fabricação de cada produto, mas na hora de guardar algumas recomendações são gerais.

Fábio Vicente Nunes, gerente de comércio da Nycow, fabricante de malas, orienta que o consumidor precisa estar atento para saber como vai guardar o produto ainda na hora da compra. Ele menciona que nem sempre é possível colocar as malas do mesmo jogo umas dentro das outras por causa dos pés e rodinhas. Neste caso, elas ocuparão mais espaço e forçar para que se encaixem pode danificá-las.

Uma prática que deve ser evitada é guardar as malas empilhadas ou deixá-las deitadas com objetos em cima. O peso pode deformar o formato da tampa e até quebrar a peça. O ideal é armazenar as malas na vertical, em locais sem umidade e, no caso de tecidos porosos, cobertas por capas para evitar o acúmulo de poeira. Evite os sacos de plástico, pois eles impedem a ventilação. Na página a seguir, veja dicas de limpeza e cuidados especiais.

ABS, Policarbonato e Couro

As malas de ABS e policarbonato, que são rígidas, necessitam de alguns cuidados especiais de manutenção. Como riscam com facilidade, principalmente as brilhantes, a indicação da Tonin, fabricantes de malas que utiliza esses materiais, é que os consumidores não removam a película protetora colocada ainda na fábrica. Se ela já foi retirada, no entanto, a opção é envolver a mala em filme PVC na hora de sair para viajar ou colocá-las em capas protetoras para que sejam transportadas pelas companhias aéreas ou rodoviárias.

Segundo Atílio Vendrame, gerente da fabricante Primicia, é possível aplicar cera automotiva nas malas rígidas e brilhantes para minimizar a aparência dos riscos. O ABS e o policarbonato podem ser limpos com detergente neutro e até produtos de limpeza comuns. A dica é não exagerar no uso de água e utilizar sempre o lado mais macio da esponja ou um pano para fazer a limpeza.

Para quem tem malas de couro, a orientação de Igor Gaelzer, gerente de vendas da Nordweg, é usar apenas pano úmido sem produtos químicos para evitar manchar o tecido. Como também podem sofrer arranhões, é indicado hidratar o couro com uma cera específica para este fim. Segundo Igor, o produto pode ser encontrado em sapatarias. Na próxima página, aprenda como limpar malas de poliéster e a parte interna dos produtos.

Limpeza interna e de poliéster

Malas de poliéster, as mais comuns do mercado, devem ser limpas com pano umedecido em água, de acordo com Francisco Cortez, representante da marca Samsonite no Brasil. Ele menciona que nunca se deve usar lubrificante nas rodinhas ou nos zíperes das malas, que também podem ser limpos apenas com pano úmido.

Fábio Vicente Nunes recomenda que em caso de sujeiras pesadas é possível usar detergente neutro e alvejante sem cloro no poliéster. Um cuidado importante é não esfregar, além de não usar esponjas ásperas, pois isso pode esgarçar o tecido.

O forro interno das malas geralmente é de nylon, material que também pode ser limpo com pano úmido e detergente neutro. Igor Gaelzer explica que no caso de forros de algodão, que podem ser puxados para fora, não há problema em lavá-los, sempre redobrando o cuidado para não molhar a mala. É importante mantê-la aberta para que seque completamente antes de ser guardada.

Leia também sobre como arrumar a mala de viagem.

Tags:

Comentários

Seja o primeiro a comentar nesse post!

Ir para o topo