A elegância e praticidade do loft

Compartilhe! Facebook Twitter Pinterest

Preferido pelos solteiros, o loft se destaca unindo pouco espaço, charme e funcionalidade

O conceito de loft surgiu em Nova Iorque, na década de 60. A ideia do projeto era pagar pouco e morar nas regiões industriais decadentes, como o Soho. Artistas plásticos popularizaram o conceito usando o imóvel como moradia e lugar de trabalho. No mesmo ambiente se confundiam ateliê, quarto, sala, banheiro e cozinha. No Brasil, a adaptação desse conceito resultou em construções com pé direito duplo e integração da área social com a cozinha.

O projeto da arquiteta Deborah Roig usou traços da decoração rústica para compor o ambiente. O rústico se faz presente nas plantas naturais escolhidas para decorar o ambiente e no revestimento da bancada da cozinha, desenvolvido em madeira. O pé direito duplo permitiu que o espaço criado pelo mezanino servisse de quarto e escritório, com um banheiro para atender os dois espaços.

 Loft decorado

A cozinha foi projetada na parte inferior, abaixo do mezanino. A separação da cozinha para a sala é feita pela diferenciação no piso, sendo a cozinha em madeira escurecida e a sala revestida por um tapete. O sofá branco contrasta com a cor marrom presente nos demais elementos do ambiente. A iluminação foi embutida no teto para criar um clima mais intimista nos cômodos.

Para evitar exageros e criar um espaço mais acolhedor, a arquiteta optou por tons claros na decoração do quarto e do banheiro. A cor branca foi escolhida para revestir as paredes, móveis e alguns detalhes da cama. O colorido ficou por conta da roupa de cama, que também varia em tons de marrom, contrastando com o carpete que forra o piso do mezanino.

Loft do jovem pai

O conceito de loft pede que a área íntima fique resguardada em um local fechado ou em um mezanino, longe das vistas de quem está na área social. As principais características desse tipo de arquitetura, o pé-direito alto e ausência de paredes como divisão interna, favorecem os ambientes conjugados.

A arquiteta Carla Kiss projetou o "loft do pai jovem" para ser um ambiente voltado para o homem, pai separado ou pai solteiro, que precisa trabalhar de vez em quando em casa e recebe o filho com conforto, reservando um canto especial para ele. "A ideia foi criar um espaço contemporâneo, aconchegante, masculino e com múltiplos usos e funções. O ambiente foi composto por uma área central dividida em sala de estar com home theater, o dormitório do pai e o quarto do filho", comenta a arquiteta.

Segundo Carla, o elemento escultural do projeto é um volume central vazado e revestido em mármore, onde funcionam a lareira e o suporte giratório para a televisão. A funcionalidade permite assistir TV tanto na sala como na cama do quarto principal.

 Loft decorado

O ambiente do loft que mais se destaca é o denominado "cantinho do filho", que conta com um espaço na parte inferior para a criança brincar e estudar. Já na parte superior, em uma espécie de minimezanino, o projeto contempla uma cama montada em tatame. O predomínio de iluminação azulada tende a criar um ambiente masculino. A decoração ainda conta com fotos metalizadas e miniaturas de motos. Para maior segurança , um corrimão foi instalado, bem como placas de vidro ao lado da cama que impedem a queda caso o pequeno se mexa durante o sono.

Apaixonado por carros

O ousado projeto da arquiteta Evelin Sayar usa uma estrutura em chapa de ferro para sustentar o mezanino, que também tem função de corrimão e guarda-corpo da escada. A opção pela cor "amarelo-Ferrari" se deu para complementar a temática do loft, que foi baseada na paixão do cliente por carros. Para não perder espaço na bancada, a arquiteta preferiu acoplar a televisão ao teto, tendo seu sistema de áudio e vídeo integrado entre os andares.

Tons claros foram escolhidos para as paredes, cama e armários, pois passam a sensação de amplitude. Em contraste, móveis com tonalidades mais escuras, como a mesa de centro, o sofá e a bancada da cozinha, dão um ar contemporâneo à decoração.

 Loft decorado

Os sofás em linho remetem ao despojado e ao masculino, características marcantes no ambiente. A mesa de centro, a mesa lateral e as cadeiras da mesa de jantar foram revestidas em couro envelhecido. O living e a cozinha são integrados pelas cores branco e preto, sendo o tapete projetado com a gravura de uma pista de corrida. O painel atrás da cama serve como divisória para o closet, que também esconde o banheiro do loft.

Continue lendo: Tecnologia, moda e design são explorados nos novos lofts .

Tags:

Comentários

Seja o primeiro a comentar nesse post!

Ir para o topo