Casa de praia com decoração rústica, econômica e sustentável

Compartilhe! Facebook Twitter Pinterest

Olá, pessoal! Hoje vou mostrar uma casa de praia decorada com improvisos criativos e reutilização de materiais. Uma opção econômica e sustentável, na base do "faça você mesmo", para quem quer mobiliar um imóvel de temporada - na praia ou no campo - sem gastar muito.

Casa de praia com decoração sustentável

Mariana Raphael/BBel

O projeto foi concebido e executado pelos próprios donos da casa, Walkiria e Marcio, que são leitores do Portal BBel. Eles colocaram a mão na massa, criando ambientes rústicos e funcionais. Inspire-se!

Na sala de estar há um sofá de alvenaria com tijolinhos à vista e cimento queimado, alternativa econômica a um sofá tradicional estofado. Almofadas fazem o papel de encosto e assento.

Casa de praia com decoração sustentável

Mariana Raphael/BBel

O legal é que dá para fazer o sofá com mesinhas de apoio embutidas. E a própria estrutura da poltrona pode servir como suporte para revistas e livros. #ficaadica

Ah, ninguém precisa entender de construção para fazer uma estrutura de alvenaria, pois um pedreiro experiente faz um sofá como esse num piscar de olhos, vocês só precisam pesquisar e escolher o modelo. Esta foi a única peça que os proprietários não fizeram com as próprias mãos.

Casa de praia com decoração sustentável

Mariana Raphael/BBel

No mesmo ambiente, um móvel feito com caixotes de madeira acomoda o som, os CDs e enfeites. Os caixotes foram ligados com parafuso.

Casa de praia com decoração sustentável

Mariana Raphael/BBel

Casa de praia com decoração sustentável

Mariana Raphael/BBel

Vasinhos fofos feitos com leiteira e bule dão graça à decoração.

Casa de praia com decoração sustentável

Mariana Raphael/BBel

O barzinho foi criado com bloco de concreto celular, prateleiras de vidro e duas peças de madeira que faziam parte de uma penteadeira antiga. Dica preciosa do Marcio: ao fazer móveis com vidro em cima de blocos, usem protetor cristal para tampo de mesa entre os materiais para evitar que o vidro quebre ou escorregue do bloco.

Casa de praia com decoração sustentável

Mariana Raphael/BBel

No cantinho de TV da sala há um rack feito com blocos e tábuas. Os materiais foram fixados com cola para concreto. Observação: ficou demais essa máquina de costura antiga na decoração.

Casa de praia com decoração sustentável

Mariana Raphael/BBel

Outros ângulos da sala de TV. Reparem que o aparelho de DVD fica em cima de um suporte feito com tijolo e vidro, enquanto o aparelho da TV a cabo fica embaixo desse suporte.

Casa de praia com decoração sustentável

Mariana Raphael/BBel

Casa de praia com decoração sustentável

Mariana Raphael/BBel

A mesa de jantar é composta por duas colunas de bloco de concreto celular e um tampo de vidro. É muita economia! Os blocos foram fixados entre si com cola de concreto e há protetor cristal para tampo de vidro entre o bloco e o vidro.

Casa de praia com decoração sustentável

Mariana Raphael/BBel

Na cozinha, uma placa de deck de madeira com ganchinhos virou um charmoso pendurador de xícaras.

Casa de praia com decoração sustentável

Mariana Raphael/BBel

Casa de praia com decoração sustentável

Mariana Raphael/BBel

O guarda-louça da cozinha também é formado por caixotes de madeira, fixados na parede com bucha e parafuso. No armário da pia, em vez de portas há uma cortininha de tecido com tema marítimo, combinando com a cortina da janela.

Casa de praia com decoração sustentável

Mariana Raphael/BBel

Uma tinta que transforma a parede em lousa foi usada para cobrir uma emenda na parede que ficou sem azulejo. Ficou um cantinho ideal para escrever recados, lista de compras, etc. E um suporte para giz foi fixado ao lado da lousa com adesivo para quadro.

Casa de praia com decoração sustentável

Mariana Raphael/BBel

Casa de praia com decoração sustentável

Mariana Raphael/BBel

No quarto, há criado-mudos feitos com blocos de concreto celular e bloco comum numa base de madeira com rodinhas. As peças foram fixadas com cola de concreto e o tampo do móvel foi revestido com azulejo que imita pastilhas. O interessante é que os buracos típicos desse tipo de bloco são organizadores em potencial. Dá para guardar remédios, óculos enfeites ou o que quiser dentro deles.

Uma tela de arame para decoração foi usada como painel para pendurar chapéus e cestinhas organizadoras. Enforcadores de plástico prendem as cestinhas à tela.

Curtiram as ideias? Deixem seus comentários!

Beijocas estaladas!

Tags:

Comentários


  • 23 de janeiro de 2016 às 00:00
    Adicione a esses espaços maravilhosos telas do pintor Rudi Nicks, sucesso garantido!
  • 23 de janeiro de 2016 às 00:00
    Sofás em alvenaria, em tijolos à vista, não tem como modificar a sala depois....e fica atravessado na garganta..hehehe mas a sugestão é válida.
  • 23 de janeiro de 2016 às 00:00
    Não gostei do sofá achei esquisito e parece ser muito de confortável e o excesso de caixotes ficou com cara de improviso e não ficou bonito
  • 23 de janeiro de 2016 às 00:00
    Esse tipo de decoração "pobre chic" já tá mto manjada. Esse negócio de empilhar tijolo e fazer móvel de caixote, foi criativo em meados do século passado!!!
  • 23 de janeiro de 2016 às 00:00
    Adorei a sala de jantar, porém nada haver com o resto da decoração da casa.
  • 23 de janeiro de 2016 às 00:00
    embora esteja errado, gostei do "criado-mudos"...
  • 23 de janeiro de 2016 às 00:00
    embora esteja errado, gostei do "criado-mudos"...
  • 23 de janeiro de 2016 às 00:00
    nada "haver" também...
  • 23 de janeiro de 2016 às 00:00
    É uma favela bem chique!!
  • 23 de janeiro de 2016 às 00:00
    Nada a haver este sofá... muito feio, acho que deixa o ambiente pesado, sem contar que deve ser um Ô para dar uma cochilada, almofadas caindo para tudo em qto é lado. que desconforto.
Ir para o topo