Decoração com fibra ótica surpreende pelo efeito

Compartilhe! Facebook Twitter Pinterest

Mais segura do que os cabos elétricos, fibra ótica é ideal para ambientes externos

A tecnologia está cada vez mais presente na decoração, inovando e trazendo opções que agradam a todos os gostos e bolsos. A fibra ótica é um desses elementos que vêm sendo aprimorados com o tempo e hoje está presente nos mais diversos cômodos, indo de áreas internas até mesmo a áreas externas. Sua versatilidade e segurança permitem diversas aplicações, como teto, paredes, jardins, cascatas, espelhos d'água e inclusive piscinas.

Efeitos da fibra ótica na decoração

Wilson Sallouti, especialista em iluminação com fibras óticas, comenta que são surpreendentes as aplicações criativas e inovadoras empregadas por arquitetos, paisagistas, designers e profissionais de iluminação. "As soluções são extremamente eficientes em diversos usos. Na iluminação residencial, o mais comum é verificarmos o uso em efeitos de tetos estrelados e piscinas, mas as possibilidades são muito mais amplas", afirma Wilson. A lista de usabilidade é complementada pelo especialista, que adiciona a aplicação em balizadores de jardins, iluminação de adegas, saunas, nichos, obras de arte, pias de banheiro e luminárias.

Thaís Ruiz, arquiteta do escritório Neo Arq Projetos Exclusivos, lembra que a aplicação da fibra ótica em ambientes molhados e expostos ao tempo, como jardins e piscinas, é a mais recomendada. "O que caminha pelo material é a luz e não a eletricidade. Por isso o seu uso é mais recomendado para áreas externas e piscinas. Além de não correr o risco de curto-circuito por conta da água, não existe também o risco de choque, pois os cabos de fibra ótica não conduzem eletricidade", explica Thaís.

Veja na próxima página os efeitos decorativos onde se pode aplicar a fibra ótica.

Efeitos decorativos

As diferentes formas de se aplicar a fibra ótica vão desde a iluminação com cenário, comum em quartos infantis, até mesmo a criação de desenhos no teto e na parede. Wilson explica que para efeitos decorativos, os elementos mais atrativos são os cristais com fibras óticas e os pendentes com diversos fios de fibra soltos, conhecidos também como "luminárias Chandeliers". "Tetos, pisos estrelados e emissão de luz lateral, também conhecida como sidelight, podem ser empregadas de diversas formas, indo desde a aplicação em bordas de piscinas até destaque de contornos arquitetônicos, formando verdadeiras esculturas de luz", explica o especialista.

Planejamento para aplicar a fibra ótica

Thaís menciona que é preciso pensar no ambiente antes de iniciar a instalação do sistema de iluminação em fibra ótica. Isso porque algumas fontes que emitem a luz pelos cabos do material permitem ajustes que possibilitam a variação de cores. A arquiteta destaca que o material de instalação não é bonito esteticamente e por esse motivo é recomendado que sua instalação preveja onde o equipamento gerador será escondido. "Pode ser dentro do mobiliário ou da alvenaria. A fonte de luz não é bonita e esse material funciona apenas como condutor da iluminação", explica Thaís.

"Grande parte das aplicações em fibra ótica podem ser feitas após o ambiente estar pronto e preparado. A instalação é extremamente simplificada e rápida, mas, evidentemente, estudos prévios na fase de projetos podem facilitar a preparação da infraestrutura, evitar quebra-quebra e agilizar os processos, além de melhorar o acabamento", orienta Wilson Sallouti.

Veja na próxima página quais são os benefícios ao usar fibra ótica na decoração.

Benefícios

A durabilidade do material é outro ponto positivo que favorece o uso da fibra ótica na decoração dos ambientes. Wilson explica que esse sistema de iluminação elimina completamente o reparo no ponto final, ou seja, a única manutenção exigida é a troca periódica das lâmpada, que ficam em um ponto distante da saída de luz. Essa característica, segundo Thaís confere ao material o selo ecológico, pois além do baixo descarte, o resíduo proveniente da produção é praticamente todo reciclável. Além disso, tanto o especialista quanto a arquiteta frisam que seu baixo consumo energético também contribui para que a fibra ótica seja considerada um tipo de iluminação sustentável.

Por não conduzir energia elétrica, o uso da fibra ótica se torna o sistema de iluminação mais seguro para aplicações aquáticas, sendo o único do mundo que elimina completamente o risco de choques elétricos. Vale lembrar que os cabos de fibra ótica também não conduzem temperatura e raios ultravioleta, logo, não há possibilidade de danificar os objetos e plantas que estão expostos. "O benefício que mais se destaca é o impacto visual proporcionado por uma iluminação diferenciada, delicada e muito atrativa", finaliza Wilson.

Continue lendo: Ressalte a decoração com lustres e pendentes.

Tags:

Comentários

Seja o primeiro a comentar nesse post!

Ir para o topo