Dicas de iluminação para cozinha

Compartilhe! Facebook Twitter Pinterest

Luz no ambiente pode ser pensada para ressaltar uso social do espaço

Decorar um ambiente da maneira correta nem sempre é fácil. Alguns detalhes são essenciais para que a combinação se torne perfeita. Um dos cômodos que requer atenção especial é a cozinha. A iluminação, por exemplo, é fundamental para que se obtenha um resultado agradável, seja para destacar partes do projeto ou dar aquele efeito clean.

A iluminação fluorescente, que de tão usada se fez regra por bastante tempo, atualmente dá lugar à luz clara, que pode alternar os diferentes tipos de lâmpadas, sem nunca sair da opção de maior claridade. Cores claras nas paredes, por exemplo, também ajudam a dar uma sensação de que o ambiente é mais iluminado.

A cozinha não pode ser encarada como um espaço apenas para quem mora na casa, deve ser decorada de maneira a receber amigos, já que muitas vezes é um anexo de outras áreas sociais da residência. Quando os ambientes são interligados, os recursos de iluminação podem ser utilizados de forma mais ampla, com luzes indiretas, leds e iluminação interna nos armários, por exemplo.

Na próxima página, veja dicas de tipos de lâmpadas e luminárias.

Lâmpadas e luminárias

Para este ambiente, as lâmpadas mais indicadas são fluorescentes, responsáveis por 70% da iluminação artificial. Podem ser do tipo PAR 20, que oferece iluminação de destaque, focando em um ponto específico. As lâmpadas dicroicas e Led são mais decorativas e sofisticadas.

Um objeto que está em alta são as luminárias pendentes, além de charmosas e elegantes, elas direcionam a luz para um ponto específico. Usadas da maneira correta, podem ser empregadas para dar destaque a outro objeto de decoração na mesa.

Se forem usadas na bancada de preparação de alimentos, é necessário prestar atenção na distância entre o móvel e as luminárias pendentes, pois se forem utilizadas em uma bancada mista, de preparação e consumo de alimentos, a distância é outra. A iluminação correta de uma cozinha está em pequenos detalhes. Apesar de ser um detalhe que favorece, a claridade não pode ser usada em excesso, para que não provoque cansaço.

Veja agora 16 tipos de coifas para cozinha.

Tags:

Comentários

Seja o primeiro a comentar nesse post!

Ir para o topo