Entenda o novo padrão de plugues e tomadas

Compartilhe! Facebook Twitter Pinterest

Saiba o que mudou e como adaptar a instalação elétrica de sua casa

Na hora de ligar o aparelho, você descobre que o plugue não encaixa na tomada. Se você comprou um eletroeletrônico no último ano deve ter passado por esta situação, já que desde o dia 1 de julho de 2011, todos os equipamentos começaram a sair de fábrica seguindo o novo padrão brasileiro de plugues e tomadas, com três pinos redondos, ao invés de dois, e posicionados em uma nova angulação.

No entanto, se você pensar melhor, mesmo antes disso não era difícil ter de usar adaptadores para poder ligar os aparelhos por causa da variedade de plugues e tomadas que existiam no Brasil. Vamos enumerar: havia aquelas com apenas dois pinos redondos, outras com dois pinos retangulares, uma versão com dois pinos redondos e um retangular, ou dois pinos retangulares e um terceiro redondo. Lembra-se de mais algum?

Cada lugar do mundo tem seu próprio padrão para isso e, no caso brasileiro, como não existiam regras, cada empresa estrangeira que trazia aparelhos eletroeletrônicos para cá acabava trazendo também o modelo de plugue que era comum em seu país de origem. Hilton Moreno, engenheiro eletricista e consultor do Programa Casa Segura, explica que os plugues com dois pinos eram usados em aparelhos de baixa potência, enquanto os com três pinos apareciam em equipamentos como ar-condicionado, máquinas de lavar roupa e lava-louças.

Na página a seguir, saiba o que mudou com o novo padrão.

O que mudou

Com o novo padrão, as tomadas e plugues com dois pinos e os modelos retangulares deixaram de existir. E uma nova classificação foi introduzida: tomadas adequadas para corrente elétrica de 10 ampères ou de 20 ampères. Outra novidade é que os plugues agora têm um rebaixamento que impede que os dedos da pessoa entrem em contato com a parte metálica do pino, evitando choques.

A classificação por corrente elétrica também é uma medida de segurança, com o objetivo de evitar os casos em que um equipamento com mais potência do que a fiação pode aguentar causa o aquecimento dos fios e das tomadas, elevando o risco de incêndio.

"O buraco da tomada de 10 ampères tem diâmetro menor do que o da tomada de 20 ampères, porque a de 20A serve para equipamentos de potência maior. Um aparelho com plugue de 20 A, que é grosso, você não consegue encaixar na tomada de 10A, mas se você colocar um plugue de 10A na tomada de 20A, ele encaixa, fica um pouco frouxo, mas o equipamento funciona", comenta Hilton Moreno.

Com isso, é possível ter em casa tomadas de 20 A com voltagem 220, 10 A com voltagem 220, 20 A com voltagem 110 e 10 A com voltagem 110. Na página a seguir, saiba para que serve o terceiro pino do padrão novo e o que fazer quando o plugue não encaixa.

O fio terra

O terceiro pino que passa a fazer parte dos plugues de aparelhos eletroeletrônicos foi acrescentado para fazer o papel do antigo fio terra. "Ele tem a mesma função que tinha nos aparelhos com três pinos antigamente, fazer a descarga de eventuais sobrecargas de corrente causadas por raios que atinjam a instalação elétrica", esclarece Victor Fruges Neto, engenheiro eletricista e gerente de produtos da Schneider Electric.

O plugue não encaixa?

Neste caso você pode adquirir um adaptador. É a solução mais prática, porém a desvantagem é que parte da segurança oferecida pelo novo padrão acaba sendo jogada fora. Hilton Moreno explica também que os adaptadores aumentam o desperdício de energia elétrica. "O adaptador esquenta quando a corrente elétrica passa por ele, isso é natural, ele só não pode esquentar mais do que o permitido, porém, esse calor é energia elétrica que o relógio esta medindo", menciona.

Outra opção é trocar o espelho da tomada por um que siga o novo padrão brasileiro de plugues e tomadas. Isso vale para a situação em que o aparelho é novo e a tomada antiga e não é preciso trocar a fiação, basta desparafusar o espelho e substituir pelo novo.

Um procedimento comum, mas que não é recomendado pelos especialistas é cortar o terceiro pino, correspondente ao fio terra, do plugue do eletrodoméstico. Neste caso, você vai estar correndo o risco de perder a garantia de fábrica do produto. Segundo Victor Fruges Neto, as assistências técnicas costumam considerar isso uma alteração das características originais do aparelho.

Tire suas dúvidas sobre instalação 110V e 220V.

Tags:

Comentários

Seja o primeiro a comentar nesse post!

Ir para o topo