Inverno pede decoração quente e aconchegante

Compartilhe! Facebook Twitter Pinterest

Objetos e iluminação transformam o ambiente

A decoração, além de acompanhar as tendências do momento, também pode ser adaptada conforme a estação do ano. Os dias frios do inverno precisam de um reforço para serem enfrentados e uma boa pedida é aproveitar as mantas, cobertores, almofadas, tapetes e cortinas. Detalhes como cores e iluminação também são importantes para compor a atmosfera e aquecer os ambientes, tornando-os cada vez mais aconchegantes.

A arquiteta Calina Mussi comenta que é difícil e nem sempre uma opção muito barata ficar mudando toda a decoração dos ambientes conforme a estação do ano, porém, é possível transformar e dar um novo ar para os espaços usando objetos como mantas, cortinas e tapetes. "Mexer com a infraestrutura não é viável muitas vezes pelo custo, portanto, o ideal é que isso nasça com o projeto, pois a sensação de bem-estar é possível conseguir com revestimentos e objetos de decoração", afirma.

Para o arquiteto Ivan Wodzinsky, a principal preocupação do decorador é com o aconchego e isso pode ser conseguido visualmente através de materiais de revestimento, como a madeira para as paredes e o piso, tecidos mais pesados, cores mais fortes nas paredes, peles, couro e pedra. Elementos térmicos, como a calefação e o aquecimento do piso, auxiliam na composição de um ambiente confortável. Tapetes em sisal, móveis escuros e projeto luminotécnico também devem fazer parte da decoração, principalmente em cidades mais frias.

Para o projeto acima as arquitetas Fernanda Borio e Mariana Stockler usaram o contraste de detalhes claros e móveis escuros. Os tecidos não foram deixados de lado e estão presentes desde as cortinas, em branco e salmão, até as almofadas do sofá. No chão, um tapete de fios mescla vários tons de marrom, contrastando com o piso de madeira. A lareira é o toque final da decoração, trazendo charme e elegância para o ambiente.

Veja na próxima página quais elementos devem fazer parte da decoração para enfrentar o frio do inverno.

Acessórios

Complementar a decoração da casa para receber o inverno e não passar frio é simples e não precisa ser necessariamente caro. O mercado atualmente oferece diversas opções de mantas, almofadas, tecidos para cortinas, tapetes, lâmpadas e até mesmo lareiras a preços mais acessíveis. "Não precisa ter estilo rústico para ter um ambiente mais quente e aconchegante. Tanto os móveis quanto o resto da decoração podem ter um estilo mais moderno", lembra Ivan. Para Calina, a base da decoração para inverno são os tapetes e as mantas de pelo ou lã no sofá. "Outros objetos, como os cachepôs de madeira, ajudam a complementar o visual aconchegante do ambiente", sugere Calina Mussi.

Os arquitetos ainda recomendam abusar dos papéis de parede ou da aplicação de tecidos mais volumosos, tanto nas cortinas quanto no revestimento dos cômodos. Usar um painel de madeira também é um excelente artifício para tornar o ambiente mais caloroso, segundo o arquiteto Ivan Wodzinsky.

A iluminação é outro fator que ganha destaque e pode fazer toda a diferença no ambiente. "Com a iluminação certa você consegue despertar todas as sensações. Ao pensar num ambiente iluminado com luz fria, por exemplo, a percepção que se tem é de um lugar fresco, arejado e até mesmo frio", explica Calina. Dependendo do objetivo do projeto, a iluminação pode ser direta, indireta ou até mesmo mista. Ivan aposta na luz amarela e difusa como cenário ideal para um ambiente acolhedor e intimista.

O projeto acima é da arquiteta Calina Mussi e traz diversos elementos que ajudam a dar a sensação de aquecer o ambiente. Os detalhes em tons amarronzados estão presentes no piso, no sofá, nas cadeiras da mesa de jantar, nos móveis da sala de televisão e no revestimento do teto da sala de jantar. A iluminação amarelada é evidente e ganha um charme especial com o lustre pendurado acima da mesa.

Confira na próxima página sugestões de cores que podem influenciar na decoração deixando os ambientes com a sensação de temperatura elevada.

Cores

Os arquitetos Calina Mussi e Ivan Wodzinsky são enfáticos ao apontar a escolha da cor das paredes como fator de grande influência para dar a sensação de ambiente aquecido. "Uma casa toda branca passa a sensação de algo frio e por esse motivo é fundamental usar bem as cores, preferindo os tons quentes", ressalta a arquiteta Calina Mussi.

Como sugestão para compor os ambientes, Ivan aponta tons terrosos, como o marrom e o bege, passando pelo amadeirado, vermelho e laranja. Calina salienta que o vermelho deve ser usado com moderação e acrescenta como possibilidade o uso dos tons de berinjela, bordô e azul para transformar os ambientes da casa. "O inverno atrai cores mais fortes e essas são tendências para quem busca aconchego na cor", recomenda Mussi.

O projeto acima foi idealizado pela arquiteta Vanessa Trad. Para um clima intimista, Vanessa optou pelo uso da luz amarelada, presença marcante nos abajures que iluminam e decoram o ambiente. O revestimento escolhido para o chão é um carpete de pelo alto, que foi complementado pelo tapete sob a cama. A escolha pelo tom amadeirado para os móveis não foi por acaso. Dessa forma Vanessa garantiu um ambiente aconchegante e moderno, pois mescla itens de madeira com o metal e a televisão de tela plana.

Continue lendo: Lareira é coadjuvante de luxo da decoração.

Tags:

Comentários

Seja o primeiro a comentar nesse post!

Ir para o topo