Podas de reparação

Compartilhe! Facebook Twitter Pinterest

Dicas para podar sua árvore corretamente.

Assim como nós humanos cortamos os cabelos e as unhas; as árvores precisam de podas.

Tanto no campo, como principalmente nos perímetros urbanos, as árvores necessitam de podas de formação durante o período de crescimento e podas de contenção nos perímetros urbanos devido às limitações das áreas públicas (calçadas, fiação e iluminação urbana); e nas áreas particulares, devido ao tamanho da área e limitações de sombreamento...

Muitas vezes encontramos árvores que foram prejudicadas pela falta ou pelo excesso de podas. A época propícia para realizarmos as podas é o inverno quando os processos vegetais estão em dormência.

Para uma boa poda não é necessária grande técnica, basta uma observação cuidadosa do engalhamento da árvore a ser podada, e dos entornos onde ela vive. É preciso observar a posição do sol em relação à árvore para saber o sombreamento que ela faz na residência. Se ela estiver tampando o sol no período da tarde, é necessário, mesmo nos lugares muito quentes deixar alguma abertura, pois o sol é profilático contra microorganismos.

Quando os galhos crescem desordenadamente dificultam a aeração, iluminação e a circulação da seiva; o que favorece a proliferação de pragas e moléstias e acaba por prejudicar a floração e a frutificação.

Muitas vezes se exagera na poda, mutilando a árvore.

Nos dois casos vai ser necessário fazer um tratamento intenso de reparação, quase uma cirurgia para recuperar a forma, a saúde e a produtividade da árvore...

Segue o passo a passo da poda de reparação:

Árvores que não foram podadas:

1- Remover toda a madeira morta, danificada ou doente. Retire os ramos que estão cruzados ou afetando a forma da copa. Desbaste os brotos que cresceram para dentro da copa. A armação da copa deve ter de 3 a 5 galhos.

2- Remova com cuidado os brotos laterais que estiverem em excesso ou mal posicionados. Nas próximas estações provavelmente surgirão brotos ladrões, como eles podem enfraquecer os ramos principais você deve retirá-los pela base de preferência no inverno.

3- Os instrumentos (serrote, tesoura, facão) devem estar limpos e afiados para não macerar a seiva. Depois da poda deve ser aplicado uma pasta de sulfato de cobre diluído em água, para evitar o surgimento de doenças.

Árvores que foram podadas exageradamente:

Como foram retirados muitos brotos, sua armação deve ser de galhos parecidos com cotos que produzem vários brotos a cada estação. É preciso fazer uma limpeza drástica para reduzir a um ou dois nódulos em sentidos opostos no final dos ramos. Os brotos maiores com pelo menos um ano devem ser podados a um terço da sua altura. Dessa forma, aos poucos a árvore vai voltando a sua forma natural.

Aprenda como preparar seu jardim para a primavera.

Tags:

Comentários


  • 23 de setembro de 2008 às 00:00


    Roseira com talos secos, folhas amarelas e manchas pretas. Mofo , muitos caramujos e lesmas que sugam a raiz das roseiras e o tronco

    Romã com manchas pretas.

    Por favor me oriente .

    Aguardo resposta urgente.



    Agradeço antecipadamente



    Rose
  • 20 de fevereiro de 2009 às 00:00
    Quero aproveitar o espaço para dizer o quanto as dicas da colunista Cecilia Prado me auxiliam no dia-a-dia, adoro a beleza que ele dá aos jardins, sabe realçar ainda mais o que a de bom na natureza.... Um grande beijo!
  • 20 de fevereiro de 2009 às 00:00
    Quero aproveitar o espaço para dizer o quanto as dicas da colunista Cecilia Prado me auxiliam no dia-a-dia, adoro a beleza que ele dá aos jardins, sabe realçar ainda mais o que a de bom na natureza.... Um grande beijo!
Ir para o topo