Pop Art traz estilo irreverente para a decoração

Compartilhe! Facebook Twitter Pinterest

Objetos criativos e cheios de personalidade

A Pop Art surgiu na Inglaterra em 1956 e procurava a estética das massas, tentando achar a definição do que seria a cultura pop, aproximando-se do que se costuma chamar de kitsch (mal gosto). Mais tarde, o estilo artístico ganhou força nos Estados Unidos.

O movimento Pop Art utilizou materiais inusitados, como gesso, tinta acrílica, poliéster, látex, produtos com cores intensas, fluorescentes, brilhantes e vibrantes para reproduzir objetos do cotidiano. "Esse fator contribuiu para criar identidade entre as pessoas que compravam as obras e o que elas reproduziam", afirma o coordenador e professor de projetos culturais da Fundação das Artes de São Caetano do Sul, Warde Marx.

Outra característica apontada pelo especialista em história da arte refere-se ao custo das peças. "Pelo fato dos objetos serem feitos de materiais de custo mais baixo, essas obras tornaram-se mais acessíveis e popularmente divulgadas", afirma Warde.

A maioria das imagens representadas nas obras dos artistas plásticos da Pop Art remetia à estética de apresentação das histórias em quadrinhos e usavam peças publicitárias e ícones da televisão e do cinema.

Segundo Warde Marx, os estilos criados por movimentos artísticos são usados na decoração de interiores pela necessidade de orientar o uso em massa dos objetos industriais por um senso estético. "Acredito que a ideia dos designers e decoradores é fazer com que arte e a sensibilidade façam parte da vida das pessoas através de objetos industriais criativos e com um tom de história artística", completa Warde.

Veja na próxima página alguns objetos com o estilo Pop Art.

Personalize sua casa com a criatividade da Pop Art

O cinzeiro comic, da Kare, tem imagens coloridas com desenhos em quadrinhos.A marca procurou criar uma linha "must-have" para um público não conformista e amante do design divertido ("fun-loving").

Para Mariângela Libertini, proprietária da Kare, Roy Lichtenstein e Andy Warhol foram os dois principais ícones do movimento. "Eles introduziram a ironia à crítica social, que questionava o bombardeamento da sociedade capitalista por marcas, ídolos e objetos de consumo. Essa policromia e ironia são a base para esta linha da Kare", completa.

Mariângela acredita que esse estilo nunca foi elitista, estando sempre aberto para pessoas comuns, cultura pop, arte de rua e design industrial e funcional. As peças que mais fazem sucesso na Kare são aquelas com imagens coloridas das divas Marilyn Monroe e Audrey Hepburn, grafismos inspirados em Roy Lichtenstein e ainda quadrinhos alternativos europeus, como o anti-herói Diabolik.

 Adesivo de parede e bandeja pop art

Os rótulos de sopas foram transformados em adesivos de parede pela IStick (imagem acima). Quatro molduras bem coloridas da Pop Soup podem deixar qualquer ambiente mais divertido e personalizado. A Laris tem na sua linha Pop Art a bandeja girl (imagem acima), que faz sucesso com os fãs de histórias em quadrinhos. Esta bandeja é feita em melamina e tem um design charmoso com sua estampa colorida.

Objetos decorativos com o estilo Pop

No Jogo de três caixas de madeira da Rojemac o estilo fica marcado pelo uso de fotografias, colagens sobrepostas e cores em evidência. A Pop Art dá um toque de juventude e personalidade aos ambientes. Esses objetos servem para pessoas espontâneas, que gostam da mistura de tons ousados e fotos abstratas.

 Vaso com estampa de Marilyn Monroe

O Vaso Warhol Celebrities, estampado com reproduções de obras do artista Andy Warhol, é criação do designer Ronsen tahl e está disponível no Espaço 204. A imagem de Marilyn Monroe é uma das figuras com grande utilização no movimento artístico e com grande sucesso popular. Atualmente, essa imagem é utilizada com frequência no mundo do décor, seja em vasos, itens de cozinha ou almofadas.

Leia também sobre artesanatos que reaproveitam materiais e decoram.

Tags:

Comentários

Seja o primeiro a comentar nesse post!

Ir para o topo