Prepare sua casa para o verão

Compartilhe! Facebook Twitter Pinterest

Deixe os ambientes mais frescos

O verão é tradicionalmente a estação do lazer, das viagens e das festividades. Mas quando nos deparamos com ambientes mal planejados para receber o calor, o aspecto desconfortável da estação fica em destaque.

Para que sua casa fique agradável no verão, garimpamos algumas dicas que ajudarão a amenizar o calor, mesmo nos dias mais quentes. Algumas delas podem até trazer mais charme e beleza à decoração dos espaços.

Use cortinas com proteção térmica

Engana-se quem acredita que a aplicação de tinturas ou películas escuras nas janelas afasta os raios solares. Pelo contrário, as cores escuras absorvem ainda mais calor do que as cores claras. Os raios solares absorvidos pelas paredes e estruturas da casa podem transformar seu interior em uma verdadeira estufa.

As cortinas com proteção térmica surgem como uma alternativa para amenizar o problema, pois refletem parte dos raios solares que atingiriam as paredes de sua casa, fazendo com que o calor se dissipe na área externa. Os modelos de fibra de vidro possuem uma lâmina de alumínio responsável por refletir a luz e amenizar o calor e os sons vindos de fora.

Desligue os aparelhos domésticos

Muitos aparelhos eletrônicos oferecem a possibilidade de manter algumas funções em espera mesmo quando não estão sendo utilizados. Para isso, usam pequenas quantidades de energia, mas, ainda assim, no final do dia e na ponta do lápis, resultam em contas de luz mais caras e temperaturas mais altas dentro de casa, pois esses aparelhos constituem fonte de calor que se dissipa pelos ambientes, aumentando a sensação de calor.

Pergunte-se se realmente é necessário usar o relógio do micro-ondas. Depois analise os outros aparelhos eletrônicos e não hesite em tirar da tomada aqueles para os quais sua resposta for negativa.

Decore com tecidos leves

Use tecidos frescos como o linho para substituir capas de sofás, almofadas e colchas cujas texturas sejam aveludadas ou pesadas. Porém, como os tecidos frios podem escorregar do sofá, é preciso escolher mantas maiores ou fazer capas que possam ser presas. As capas prontas de sarja também são bem fresquinhas.

Se preferir, evite os tecidos na composição da decoração. Eles absorvem calor e são perfeitos para criar climas mais aconchegantes, especialmente no inverno. No verão, entretanto, eles contribuem para o "efeito estufa" no interior da casa.

Use roupa de cama apropriada

Não é fácil dormir quando o calor é demais, por isso vale a pena investir em produtos que deixem as horas de sono mais frescas no verão. Especialmente nas regiões mais quentes do país, a estação pede lençóis e travesseiros que ofereçam conforto quase frio.

Para a roupa de cama, a regra é: quanto mais fios no tecido (100% algodão), mais frescas serão as noites. Outra dica é usar travesseiros de látex, que são mais leves, e evitar os fabricados com fibras sintéticas, pois retêm calor.

Mantenha os ambientes perfumados

Ambientes perfumados transmitem a sensação de limpeza. Existem inúmeros produtos para perfumar sua casa no mercado, como os aromatizadores que funcionam como frascos de perfumes abertos nos ambientes. Mas você também pode usar truques antigos. As flores perfumadas, por exemplo, enfeitam e aromatizam a atmosfera. Outra opção é espalhar ervas secas como hortelã e eucalipto em cantos estratégicos da casa.

As fragrâncias de lavanda são bastante refrescantes. Mas evite acender velas e incensos, que constituem fontes de calor e contribuem para aumentar a temperatura ambiente.

Use a iluminação a seu favor

A iluminação de uma casa determina a percepção das cores dos objetos e paredes que compõem os ambientes e, consequentemente, influi na sensação térmica percebida. As lâmpadas que emitem luz amarela ou laranja devem ser substituídas por lâmpadas frias e mais fracas. Além de economizar energia, você estará removendo uma fonte de calor que contribui para aumento da temperatura em casa. A luz e a cor azul naturalmente transmitem maior sensação de frescor.

Os ambientes a meia luz tendem a ser menos quentes do que aqueles com iluminação abundante. Tente equilibrar a iluminação, pois ambientes muito escuros também podem se tornar abafados. Durante o dia, opte pela iluminação natural, e à noite, o uso de dispositivos que permitam o controle da iluminação artificial (dimmers) e a substituição de lâmpadas quentes por frias são ações simples que ajudam a enfrentar o calor do verão.

Pinte paredes e telhado de branco

Já citamos que as cores escuras absorvem o calor dos raios solares, enquanto as claras os refletem. Manter este simples conceito em mente é muito importante para quem deseja usar a decoração como aliada para tornar os ambientes mais frescos. Em regiões de clima quente, , a ordem é usar tons claros, da cor das paredes ao telhado.

A organização não governamental Green Building Concil Brasi, cuja missão é disseminar informações e práticas da construção civil sustentável, lançou campanhas para que a população pintasse os telhados de branco. A medida é eficaz para evitar o efeito estufa dentro de casa e para controlar o aquecimento global.

Use plantas para decorar

Trazer o verde para dentro de sua casa é outra solução para deixar os ambientes mais frescos. Se houver espaço suficiente, crie jardins com solos permeáveis que possibilitem a troca de calor e o aumento da umidade relativa do ar.

Mas mesmo em espaços menores é possível criar nichos verdes. Nos apartamentos, a dica é usar o parapeito das janelas voltadas para o norte para cultivar algumas espécies. A iluminação dessas janelas costuma ser propícia ao cultivo de temperos como orégano, tomilho, manjerona, erva doce, cebolinha e coentro. Outra opção é plantar ervas aromáticas como a hortelã e a erva doce. Essas plantas garantirão ar mais fresco entrando por sua janela.

Invista em ventiladores

O ventilador aumenta muito nossa tolerância ao calor e consome menos energia que o ar condicionado. Os ventiladores de teto podem diminuir a sensação térmica em até cinco graus. Isso ocorre porque, enquanto nossa pele troca calor com o ambiente, as rajadas de vento vindas do ventilador fazem com que o ar aquecido pelo corpo se dissipe mais rapidamente.

Proteja-se de mosquitos e pernilongos

Assim que as temperaturas sobem, os pernilongos aparecem. Isso ocorre porque os mosquitos se reproduzem melhor em águas paradas e climas quentes. As fêmeas do pernilongo são hematófagas, ou seja, alimentam-se de sangue, e a saliva delas é a causa da coceira após a picada. Mas não há porque deixar que esses insetos nos importunem nas noites de verão.

O primeiro passo para combater os mosquitos e, inclusive, prevenir a dengue é livrar-se da água parada. Depois disso, é preciso munir-se de alguns artefatos que manterão os indesejados visitantes longe de você e de sua família: mosquiteiros, telas de proteção para janelas, repelentes elétricos, produtos contendo citronela (um conhecido repelente natural) ou a própria planta são armas eficazes para evitar as picadas. Veja outras dicas para proteger sua casa de insetos e pragas.

Comentários


  • 17 de dezembro de 2010 às 00:00
    tem no mercado equipamento pode alarme que pode almamentando a segurgurança com um custo inicial baicho
  • 17 de dezembro de 2010 às 00:00
    Achei as informações interessantes e válidas, coisa de desocupado é perder tempo para escrever comentários bobos para o outros.
    A Falta de educação de algumas pessoas é incrível, usar um site para criticar as pessoas que lêem esta coluna demonstra no mínimo falta de caráter.
    Logicamente, podemos divergir e expressar nossa opnião sobre tudo, desde que não agrida gratuitamente outras pessoas, pois é um ato desnecessário, além de demonstrar inferioridade moral e espiritual!
    Aliás, alguns psicólocos dizem que criticamos nos outros nossos próprios defeitos.
    Acho que esse tal de Leandro deve estar muito desocupado.... e isso deve incomodá-lo muito!!!

    Parabéns a quem se dedicou a escrever a coluna, pesquisar e trazer informação e entretenimento para os leitores! É sempre bom aprender sobre qualquer coisa, seja no trabalho, com a família e com colunas como esta!
  • 17 de dezembro de 2010 às 00:00
    Como eu moro em uma cidade muito quente,Eu tenho que plantar muitas plantas ao redor da minha casa e molhar e cuidar sempre para que fique com um ambiente mais fresco e porque eu amo de paichâo a natureza sem êla a vida fica muito triste e dentro da casa tem que estar sempre linpinha cherozinha nâo è façil mais è o serto ,obrigada pelo a oportunidade
  • 17 de dezembro de 2010 às 00:00
    Essa trepadeira demora 8 anos para se desenvolver totalmente...
    coisa de desocupado
  • 17 de dezembro de 2010 às 00:00
    Sei não, mas no Rio tudo isso parace não ter quase efeito algum.
  • 17 de dezembro de 2010 às 00:00
    Poderiam ao menos usar uma imagem de tomadas brasileiras, já no padrão novo.
  • 17 de dezembro de 2010 às 00:00
    Há duas questões importantes a serem abordadas com relação ao microclima residêncial: excesso de chuvas e calor. Entender como circula o ar através da residência é importante. Acender incenso, observando a trajetória da fumaça e aroma é uma forma simples de enchergar a circulçaõ do ar e fazer as intervenções necessárias. Ventiladores, humidificadores, pinturas claras e reflexivas, tipos de revestimentos nas paredes e áreas externas são estratégias validas para amenizar o calor e diminuir seus impactos. A questão não é só o clima momentâneo mas a preservação dos quadros, telas, livros, estofados e aprópria saúde.
Ir para o topo