Soluções para substituir os agrotóxicos

Compartilhe! Facebook Twitter Pinterest

Conheça pesticidas naturais.

Nosso planeta está sobrecarregado de resíduos tóxicos. O desmatamento, a poluição nas cidades, nos campos, rios e oceanos, deixam-nos constantemente expostos a diferentes tipos de toxinas.

Mesmo quando optamos por uma alimentação saudável, encontramos dificuldades em adquirir alimentos orgânicos que não possuam quaisquer vestígios de venenos - os agrotóxicos - utilizados em sua produção.

Mas você sabia que não é preciso ter muito espaço em casa para cultivar sua própria horta. Uma hortinha de cheiros em apenas 1m² do meu jardim, com tomilho, lavanda, salsa, manjericão, boldo e cebolinha. Além de trazer o verde à sua decoração, você poderá colher verduras e ervas fresquinhas e livres dos agrotóxicos?

Soluções ecologicamente corretas para substituir os agrotóxicos

Claro que esta hortinha está sujeita a pragas, bem como todas as plantas e paisagismos, mas existem soluções ecológicas que substituem agrotóxicos. Vamos a elas! Use pesticidas naturais para exterminar.

Soluções para substituir os agrotóxicos

  • Besouros: coloque chá de arrudas misturado com óleo mineral emulsionável.
  • Formigas: plante gergelim próximo à horta ou observe enquanto as formigas levam as folhas cortadas, o local exato do formigueiro e, então, tampe sua abertura.
  • Fungos: pulverize com chá de cebola picada bem miúda.
  • Grilos: plante tajete (flor de defundo amarelinha) perto de sua horta.
  • Lesmas e caracóis: corte pedacinhos de batata crua, abóbora ou chuchu, salpique com bastante sal e, durante a noite, espalhe-os nos locais infestados.
  • Mariposas e lagartas: plante alecrim, menta, losna ou sálvia e faça uma catação manual.
  • Moscas, pernilongos ou mosca branca: Plante citronela, amasse as folhas e bata para o cheiro evaporar. Também pode-se aquecer em água, ou ainda, usar uma colher (de sopa) de essência de citronela para um litro de água.
  • Pulgões, cochonilhas e grilos: ferva em água fumo de rolo com restinhos de sabão. Depois é só pulverizar a mistura.

Soluções  para substituir os agrotóxicos

Felizmente, muitas pessoas estão despertando para questões ambientais e de saúde que envolvem o uso maciço de agrotóxicos e pesticidas.

Se cada um de nós fizer a sua parte, juntos construiremos uma corrente poderosa com o intuito de melhorar essa situação e trazer mais saúde e qualidade de vida para nossa casa e família.

Saiba com combater alguns tipos de pragas.

Tags:

Comentários


  • 14 de outubro de 2007 às 00:00
    gostei demais dessas materias abordadas,pois me ajudou muito.
  • 15 de dezembro de 2007 às 00:00
    Sugiro que para controle de pulgões e cochonilhas evite o uso de fumo. Mesmo sendo um "produto" natural o fumo ainda é muito tóxico para uso e manuseio caseiro. Use o chá de samambaia nativa em pulverização sobre os insetos. Para os pulgões dispensa até a mistura com sabão.

    Leve em conta também que estes insetos sugadores preferem ambientes de sombra, então evite cultivar plantas sensíveis a eles à sombra.
  • 8 de julho de 2008 às 00:00


    ESTAS SOLUÇÕES SERVIRIAM PARA PRODUÇÃO EM GDE ESCALA. A INDÚSTRIA TERIA COMO UTILIZAR ESTES PROCEDIMENTOS?
  • 1 de agosto de 2008 às 00:00
    Oiii, gostei muito da ideia!

    bem eu tou em um projeto do colegio, e nos tamos com o tema AGROTOXICOS.

    Agente precisa encontrar agentes para o controle das pragas no tomateiro, se puder dar ideias, desde já agradeço.

    meu email é numb_lorena@hotmail.com
  • 23 de setembro de 2008 às 00:00
    Receita interessante e ecológicamente correta.
  • 7 de abril de 2009 às 00:00
    Estou desenvolvendo um projeto na escola como cidar das plantas com agrotoxicos caseiros se podessem me enviar algumas receitas ficaria muito grata.
  • 8 de junho de 2009 às 00:00
    gostaria de saber porque não apontam o neem indiano no controle de pragas e doenças no cultivo organico,pois é a planta que mais possui poderes pesticidas,inseticida,fungicida,bactericida e nematicida.A mesma vem sendo cultivada no Brasil a mais de 20 anos.
  • 16 de junho de 2009 às 00:00
    e importante para sabermos como nos cuidar direito, ou seja, e importante para nossa saúde.

    e para nos sabermos como cuidar do nosso solo.

  • 16 de junho de 2009 às 00:00
    e importante para sabermos como nos cuidar direito, ou seja, e importante para nossa saúde.

    e para nos sabermos como cuidar do nosso solo.

  • 16 de junho de 2009 às 00:00
    e importante para sabermos como nos cuidar direito, ou seja, e importante para nossa saúde.

    e para nos sabermos como cuidar do nosso solo.

  • 16 de junho de 2009 às 00:00
    e importante para sabermos como nos cuidar direito, ou seja, e importante para nossa saúde.

    e para nos sabermos como cuidar do nosso solo.

  • 16 de junho de 2009 às 00:00
    e importante para sabermos como nos cuidar direito, ou seja, e importante para nossa saúde.

    e para nos sabermos como cuidar do nosso solo.

  • 16 de junho de 2009 às 00:00
    e importante para sabermos como nos cuidar direito, ou seja, e importante para nossa saúde.

    e para nos sabermos como cuidar do nosso solo.

  • 16 de junho de 2009 às 00:00
    e importante para sabermos como nos cuidar direito, ou seja, e importante para nossa saúde.

    e para nos sabermos como cuidar do nosso solo.

  • 16 de junho de 2009 às 00:00
    e importante para sabermos como nos cuidar direito, ou seja, e importante para nossa saúde.

    e para nos sabermos como cuidar do nosso solo.

  • 16 de junho de 2009 às 00:00
    e importante para sabermos como nos cuidar direito, ou seja, e importante para nossa saúde.

    e para nos sabermos como cuidar do nosso solo.

  • 16 de junho de 2009 às 00:00
    e importante para sabermos como nos cuidar direito, ou seja, e importante para nossa saúde.

    e para nos sabermos como cuidar do nosso solo.

  • 19 de outubro de 2009 às 00:00
    Bom dia! primeira vez que escrevo, mas estou com um problemao esse ano no quintal da minha casa.



    Apareceram lesmas aos milhares no meu quintal, elas comem de tudo, pricipalmente as plantas leguminosas.

    Acabaram com duas amarilis, onze horas, dois pes de mimo de vento, copo de leite.



    Tenho catado elas a noite,meus vizinhos acham que estou fazendo macumba no patio, kkkk, todo dia acendo uma vela e vou a luta... ja coloquei sal uns 3 quilos, quase acabei com a grama, depois me disseram... coloca cinza do fogao a lenha, so deu uma baita de uma sujeira.

    Nao sei mais o que faco, alguem me ajude por favor

    Abracos!
  • 21 de outubro de 2009 às 00:00
    Peguei isso para uma pesquisa da escola... tudo bem?



    Muito boa as idéias!!
  • 21 de outubro de 2009 às 00:00
    Peguei isso para uma pesquisa da escola... tudo bem?



    Muito boa as idéias!!
  • 21 de outubro de 2009 às 00:00
    Peguei isso para uma pesquisa da escola... tudo bem?



    Muito boa as idéias!!
  • 16 de novembro de 2009 às 00:00
    ve se tem sobre agrotoxicos e fertilizantes.
  • 13 de março de 2010 às 00:00
    Achei super legal o seu site e gostaria de lhe pedir se possível essas dicas por pdf.
    Cordiais Saudações
    Luiz Carlos
  • 16 de março de 2010 às 00:00
    obrigado pela dica, será muito util para mim, que cultivo algumas orquideas para passar o tempo
  • 17 de março de 2010 às 00:00
    Obrigada pelas dicas foi e está sendo uma benção para meu jardim, Gostaria que vcs me enviassem alguma coisa que eu possa fazer para combater a praga de uma lagartas que sai sempre nos meus pés de Lírios, venho tomando todo cuidado e depois surgem com as folhas mastigadas e as lagartas debaixo das folhas dormindo, pois ela só ataca a noite, quando as luzes estão apagadas, eu olhei ,tirei todas e comecei a cavar o vaso e dentro nas raizes estavam o ninho delas o que eu faço? por favor me ajudem, pois amo o lírio, e nao quero velos morrendo lentamente.Aqui espero uma resposta. Cristina.
  • 1 de maio de 2010 às 00:00
    gente muito interessante essas dicas. agora vou passar essas dicas para todos
    que voçês continuem assim fazendo esse otimo trabalho
  • 2 de julho de 2010 às 00:00
    Minha colega está desesperada, por causa de sua horta que está cheia de minhocas enormes.O que podemos fazer para combater,sem usar agrotóxicos?
  • 20 de setembro de 2010 às 00:00
    eu nao gostei
  • 6 de novembro de 2010 às 00:00
    oi,tudo bem?
    Gosto muito todo isto de horta,eu tenho uma pequena horta na sacada do meu apartamento comecei este ano.
    Acontece que os meus pe de tomate tem varias folhas como mastigadas mas não vejo qual o motivo,formiga não é.
    Poderiam me dizer qual o motivo disto e qual a solução?.
    A qualquer momento vou publicar algumas fotos da minha horta mas ainda tenho pouca experiência no assunto mas adoro muito de plantar,cuidar,mexer com a terra.
    Um grande abraço para todos e obrigado se puderem me ajudar.
  • 10 de julho de 2011 às 00:00
    Adorei essas dicas!
    Foi muito útil para o meu trabalho de escola.
    Obrigado!!!
  • 3 de agosto de 2011 às 00:00
    samuel gosta da fabiana
  • 3 de agosto de 2011 às 00:00
    legaaaaaaaaaaalllllllllaaaaaaaaaaa
  • 3 de agosto de 2011 às 00:00
    dfwjry nh5678xcv

  • 24 de agosto de 2011 às 00:00
    existe alguma dessas soluçoes para pragas???? pq eu to precisando pro meu trabalho de ciencias ele é dia 30/08 pf responde logo bbel!!!!!!!
  • 29 de agosto de 2011 às 00:00
    eu quero uma dessas pragas de aniversario bbel!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
  • 15 de setembro de 2011 às 00:00
    um lixo principalmente o comentario nº34
  • 21 de setembro de 2011 às 00:00
    romario te adoro
  • 22 de setembro de 2011 às 00:00
    sim, eu sei seu email
  • 22 de setembro de 2011 às 00:00
    Não consigo enviar meu comentário
  • 22 de setembro de 2011 às 00:00
     CRIANÇAS DE RUA:

    O termo crianças de rua ou meninos de rua refere-se às crianças e adolescentes que encontram-se em situação de vulnerabilidade pessoal e/ou social e que, nessas condições, estão expostos a diversos riscos como: violência (física e sexual), uso de drogas (lícitas e ilícitas), exploração como mão-de-obra infanto-juvenil, má nutrição e diversas doenças. Sujeitos à exploração e à violência, ao abuso e com uma alimentação precária, sem atenção, carinho e educação, é assim que vivem meninos e meninas em situação de rua, ou seja, sem proteção nenhuma. Além disso, são discriminados e rotulados como criminosos.


  • 20 de outubro de 2011 às 00:00
    FESTIVALS
    In Britain, events that attract more tourists are linked to the imperial nostalgia as the Colour Parade, held in June to celebrate the Queen's birthday, or the Edinburgh festival, the Feast of the rebels celebrated Carnival in Notting Hill, London, or some of the many art and music festivals that take place in several English cities.Other events that attract tourists from all over the world are sports such as football, tennis, rugby, racing, etc.

  • 7 de novembro de 2011 às 00:00
    ENERGIA EÓLICA
    É a energia do movimento (cinética) das correntes de ar que circulam na atmosfera. A geração de energia elétrica através dos ventos se dá pela conversão da energia cinética de translação pela energia cinética de rotação através do emprego de turbinas eólicas. A energia eólica é uma forma de obtenção de energia totalmente renovável e limpa, não produz qualquer tipo de poluente. Sendo por isso, umas das principais apostas no campo das fontes renováveis de energia. O único ponto fraco das turbinas que geram energia através dos ventos é a poluição sonora e a poluição visual.
    ENERGIA SOLAR
    É a energia proveniente da obtenção direta de energia do sol, seja por aproveitamento do calor gerado pela sua radiação (energia térmica) usada em aquecimentos de fluidos ou ambientes na geração de potência mecânica ou elétrica. A forma mais difundida de geração de energia através do sol é a geração de energia térmica através de concentradores ou coletores solares para o aquecimento de água e posterior utilização em chuveiros, por exemplo. Os concentradores atingem temperaturas mais elevadas sendo usados para secagem de grãos e produção de vapor que também pode ser utilizado para gerar eletricidade através de turbinas a vapor. Ele capta a energia térmica solar em uma área relativamente grande e depois a concentra em uma região muito menor aumentando consideravelmente a temperatura nesta região. Pela necessidade de concentrar o calor em uma região pequena os concentradores têm o formato de uma antena parabólica feita de material refletor onde a parte a ser aquecida fica no centro. No entanto este sistema exige a operação conjunta de um sistema de orientação (para que a "antena" fique sempre virada para o sol) o que aumenta muito seu custo. O coletor solar é um sistema composto por placas dispostas em conjuntos que irão absorver a radiação solar. Este sistema, por causa da baixa incidência solar sobre a superfície terrestre, possui uma eficiência baixa, sendo, muitas vezes, necessários vários metros de placa para produzir o calor desejado. O meio de obtenção direta de energia através da luz solar, conhecido como efeito termoelétrico é conseguido através da junção de dois materiais que, quando aquecidos, provocam uma diferença de potencial entre as extremidades, gerando corrente elétrica. Entretanto o rendimento é baixo e o custo do material muito elevado o que não possibilitou sua utilização comercial. E, o efeito fotovoltaico onde a excitação dos elétrons de alguns materiais na presença de luz solar produz corrente elétrica. A energia obtida através dos processos descritos acima é totalmente limpa, ou seja, não produz qualquer tipo de poluente. A grande questão é ainda o fato de que todos estes sistemas têm um grau de eficiência que ainda é baixo se comparado a outros meios, exigindo grandes áreas de capitação de luz solar para a obtenção de energia de forma que viabilize o projeto.
    ENERGIA DAS MARÉS
    A energia das marés ou energia maremotriz, é uma forma de geração de eletricidade obtida a partir das alterações de nível das marés, através de barragens (que aproveitam a diferença de altura entre as marés alta e baixa) ou através de turbinas submersas (que aproveitam as correntes marítimas). O sistema mais utilizado é o de barragens, que consiste na construção de diques que captam a água durante a alta da maré. Essa água armazenada é então liberada durante a baixa da maré, passando por uma turbina que gera energia elétrica. Uma usina de aproveitamento da energia das marés requer três elementos básicos: casa de força ou unidades geradoras de energia, eclusas, para permitir a entrada e saída de água da bacia, e barragem. No entanto, a captação desse tipo de energia é restrita a poucas localidades, pois o desnível das marés deve ser superior a 7 metros.Para a instalação de estações de captação de energia das marés são necessários altos investimentos, sendo sua eficiência baixa (aproximadamente 20%). Com relação aos impactos ambientais, os mais comuns estão relacionados à flora e fauna. Porém, esses impactos são bem inferiores se comparados aos causados por hidrelétricas instaladas em rios. Outro agravante é a possibilidade do rompimento das estruturas por furacões, terremotos ou qualquer razão que leva a uma inundação da região costeira. Os riscos ocupacionais também são elevados durante a construção da estrutura da usina, que requer operações abaixo do nível d'água.
  • 21 de junho de 2012 às 00:00
    POR FAVOR PRECISO DE INFORMAÇOES , TENHO ORQUIDEAS, Q AMO DEMAISCOMPREI 5 CATLEIAS QUERO TROCAR DE VASO POIS VIERAM NUM VASO PEQUENO DE PLASTICO QUERO COLOCA LAS EM VASOS DE CERAMICA, MAS TENHO MEDO DE REMOVE LAS E ELAS MORREREM, COMO FAÇO PARA REPLANTA LAS? OBRIGADA, UM ABRAÇO
Ir para o topo