Sustentabilidade e estilo marcam a decoração com bambu

Compartilhe! Facebook Twitter Pinterest

Charme do bambu dá toque rústico na decoração dos ambientes

A preocupação com a sustentabilidade e o meio ambiente motiva a busca por alternativas ao uso de recursos naturais, principalmente quando o assunto é decoração. Pensando nesse nicho de mercado, diversos profissionais estão optando pelo bambu para decorar os ambientes. Além de trazer um toque rústico, seu uso ainda proporciona a satisfação de estar contribuindo para evitar o corte de árvores e extração da madeira.

Ao contrário do que se pensa o bambu não é do tipo arbóreo e sim da família das gramíneas, tal qual a cana-de-açúcar. Danilo Cândia, engenheiro agrônomo e sócio-diretor da Carbono Zero, comenta que o bambu, mesmo não sendo madeira, chega a ultrapassar as madeiras de lei em durabilidade, densidade e resistência. Paulo Bustamante, designer e diretor da empresa A Bambuzeria, afirma que o sistema de crescimento desse tipo de planta é telescópico, ou seja, cresce apenas verticalmente e assim que o touceiro começa a dar brotos, eles já determinam a grossura que a planta vai ter.

Considerada a planta do futuro, o bambu gigante, após formar seu touceiro, permite colher até 800 metros de vara por ano devido ao seu crescimento acelerado em relação a uma árvore qualquer. Variando por espécie, clima e terreno, o tempo de maturação de uma vara de bambu é de aproximadamente três anos, sendo que a primeira colheita entre seis e dez anos. Paulo lembra que quanto maior for o calor, mais rápido o bambu matura suas fibras. Saiba mais sobre onde o bambu pode ser usado e como fazer a manutenção dele.

Uso e manutenção

Danilo lembra que a versatilidade do bambu permite que ele seja aplicado nas mais diversas formas, como acessórios para banheiro e cozinha, mobiliário em geral e revestimentos para piso e paredes, tanto para a área interna quanto área externa. Apesar de parecer frágil, com o tratamento adequado é possível usar para montar estruturas, pilares, vigas, caibros e réguas para prender as telhas. Para a parte de revestimento, Danilo sugere que o bambu seja usado para pérgolas, jardins e revestimento de móveis. O material industrializado, geralmente importado da China, pode ser encontrado nos pisos laminados e compensados.

Mas para que o material mantenha suas características é preciso estar atento aos cuidados com a conservação. Paulo adverte que as peças em bambu precisam passar para um tratamento para que possam ficar expostas ao tempo. "Caso o bambu não passe por um tratamento adequado ele pode se deteriorar igual a madeira", lembra o designer. Danilo menciona também que o bambu realiza fotossíntese pelo caule, o que acarreta em acúmulo de nutrientes pela sua extensão e favorece o ataque de pragas, fungos e bactérias. Para que isso não ocorra, o engenheiro agrônomo comenta que é preciso imunizar o bambu através de processo químico antes de passar pela marcenaria.

A manutenção consiste basicamente em lixar o bambu e aplicar camadas de stain, um impregnante que protege e não necessita que a peça seja lixada antes da aplicação. Para ajudar na conservação, Danilo sugere que seja tirado o pó e que a peça seja limpa com lustra-móveis ou cera. Quando o bambu fica exposto diretamente ao tempo é preciso cuidado maior para que a peça não acabe se rachando com o tempo.

Conheça mais algumas opções de uso do bambu na decoração.

Tags:

Comentários


  • 16 de abril de 2012 às 00:00
    acho sensacional todos os trabalhos realizados com o bambu.
  • 16 de abril de 2012 às 00:00
    adoro a decoração com bambu mais aqui na cidade onde eu moro não deve, ter gostaria de mais informações, moro em sao luis do maranhao adoraria ter na minha casa o bambu, como decoração.
    Desde de já agradeço
    Tatianna
  • 16 de abril de 2012 às 00:00
    Sempre amei o uso de bambu na decoração e construção de áreas externas.
    A dúvida que sempre permanece em todas as reportagens sobre o uso do bambu é parâmetros de gente que trabalha na área informando onde encontrar fornecedores, como comprar, preços de alguns tipos (tratados ou não, espessuras, alturas) e quanto custa para realizar esses projetos sustentáveis.
    Os leitores agradecem e o planeta também.
    Ab.
    yvone
  • 17 de abril de 2012 às 00:00
    Gostaria de construir um gazebo com lago como o da foto como devo fazer?
  • 20 de setembro de 2012 às 00:00
    Gostaria de fazer orçamento em Búzios , como faço ?
    Já tenho um pergulado e quero trocar o recheio por bambú .
    Aguardo
  • 8 de outubro de 2012 às 00:00
    boa tarde!
    Tenho uma Empresa a mais de 40 anos, no ramo de Bambus tratados,
    para vários tipos de confecções.
    Gostaria de saber se não tem algum interesse em meus produtos.
    Caso se interesse, fico no aguardo por um contato.

    Att;
    Itair
    (14) 3653.1509
    Brotas - SP.
  • 8 de outubro de 2012 às 00:00
    De acordo com nosso clima e com a proximidade do verão, gostaria de revestir uma parte da varanda com bambú. Quanto custa para montar um projeto?. Abç, Samya
  • 5 de novembro de 2012 às 00:00
    GOSTARIA DE SABER ONDE ENCONTRAR BAMBUS NO RIO DE JANEIRO CAPITAL.GRATA
  • 29 de dezembro de 2012 às 00:00
    Ola adorei este artigo, mas fiquei querendo saber mais sobre a conservação dos bambus para criar um,a peça ou decorar uma area seria possível me passar mais informações sobre que produtos usar e como...desde ja muito obrigada

    atenciosamente
    Dionara Bades
Ir para o topo