Como deixar a casa mais acessível para cadeirantes

Compartilhe! Facebook Twitter Pinterest

Detalhes podem melhorar o dia a dia dos usuários de cadeiras de rodas

Pessoas com mobilidade reduzida sonham e lutam para ter uma vida mais independente. E, para que isso aconteça são necessárias adaptações. Veja algumas dicas para facilitar o acesso em casa.

Acesso na cozinha

Cozinha acessível

Robson Gonzales

  • Os itens de uso frequente devem ficar em prateleiras inferiores, assim como os eletrodomésticos que devem ser colocados entre 40 cm e 1,20 m do piso;
  • A mesa deve permitir a aproximação da cadeira de rodas e seu tampo deve estar entre 75 e 80 cm do piso;
  • As bancadas e pias devem ter entre 75 e 80 cm de altura.

Acesso na sala de estar

  • Os móveis, em geral, devem ter cantos arredondados e o uso do vidro deve ser evitado.
  • Para circulação é necessário deixar, no mínimo, 90 cm;
  • A altura do assento do sofá deve ter 46 cm;

Acesso no banheiro

Banheiro acessível

Robson Gonzales

  • O vaso sanitário deve ter altura de 46 cm;
  • No banheiro e, em qualquer área molhada, como cozinha e área de serviços, o ideal é utilizar pisos antiderrapantes. Pisos com brilho e polidos devem ser evitados;
  • Para os cadeirantes, as bancadas e pias devem ter entre 75 e 80 cm de altura acabada;
  • O boxe deve ter barras de apoio, uma cadeira fixa pode ser utilizada, mas não é uma regra. Há pessoas que preferem tomar banho utilizando-se de cadeira de rodas de banho, evitando-se assim a transferência para a cadeira fixa dentro do boxe;
  • O chuveiro deve ter uma ducha manual com possibilidade de regulagem de altura, os comandos de temperatura de água devem ser do tipo monocomando e estarem fixados a 1 metro de altura do piso;
  • O espelho deve ser inclinado quando tiver fixação acima de 90 cm de sua base inferior, acima disto deve ter inclinação de 10 graus;
  • Os acessórios, como toalhas, sabonetes, shampoo, condicionador, etc, devem ser fixados dentro da faixa de alcance, entre 80 cm e 1,20 m;
  • O lixo sem tampa é melhor, mas a escolha é pessoal.

Acessibilidade no quarto

Quarto adaptado

Robson Gonzales

  • A cama pode ser de qualquer modelo, desde que seja firme e o colchão tenha altura do piso até a parte superior de 46 cm;
  • Evite carpetes com pelo alto, pois dificultam a rolagem da cadeira de rodas;
  • É possível utilizar tapetes, contanto que eles sejam embutidos e nivelados ao piso adjacente;
  • O quarto deve permitir área de giro mínima de 1,20 x 1,50, e espaços entre os móveis de 90 cm no mínimo;
  • O armário deve ter sua base elevada - 30 cm do piso;
  • Os itens de uso diário devem estar dentro da faixa de alcance da pessoa, ou seja, de 40 cm a 1,20 m;
  • Pode-se utilizar cabideiro pneumático, mas o espaço do armário e de recuo da cadeira de rodas deve ser planejado.

Acesso na área de serviço

Lavanderia acessível

Robson Gonzales

  • Opte por varais com acionamento elétrico;
  • A máquina de lavar roupas deve ter abertura frontal.

Dicas gerais de acessibilidade

Casa acessível

Robson Gonzales

  • Os interruptores e objetos devem ter altura entre 80 cm e 1,20 m;
  • As torneiras devem ser nos modelos alavanca ou com sensores automáticos;
  • As pias podem ser comuns, mas o sifão deve ser flexível e haver área de aproximação frontal;
  • Os puxadores devem ser do tipo alça;
  • Os corredores devem ter largura no mínimo de 90 cm;
  • As portas devem ter largura de 80 cm.

Veja também como montar uma casa acessível.

Fonte: Robson Gonzales- arquiteto e diretor da ARPA - Arquitetura e Projetos para Acessibilidade.

Tags:

Comentários

Seja o primeiro a comentar nesse post!

Ir para o topo