Saiba usar a panela de pressão com segurança

Compartilhe! Facebook Twitter Pinterest

Veja dicas para evitar acidentes na cozinha

A panela de pressão é um antigo acessório para o cozimento rápido de alimentos. Foi inventada em 1679 por um físico francês que durante seus experimentos com a nova invenção enfrentou o maior medo de todo cozinheiro que utiliza este tipo de panela, explosões.

Felizmente, as panelas que o físico Denis Papin explodiu ainda não eram a versão final da panela de pressão, pois os modelos iniciais do francês não continham a válvula que permite a saída do vapor produzido dentro do recipiente. Mas, foi somente com os acidentes que o inventor percebeu que havia um limite de pressão suportada pelo equipamento e, até hoje, os riscos associados à panela estão relacionados a este fator.

Para entender as possibilidades de acidentes, vamos antes conhecer o modo de funcionamento das panelas de pressão. Enquanto as panelas comuns são capazes de ferver a água até no máximo 100 graus, as de pressão conseguem superar esta temperatura. Como elas são vedadas, o vapor liberado pela água após o começo da fervura não escapa e com isso a pressão dentro da panela aumenta e os alimentos acabam sendo cozidos mais rapidamente.

Este procedimento é seguro e, segundo a Tramontina, empresa fabricante de panelas de pressão, somente ocorrerão acidentes se uma das instruções de uso correto da panela não for atendida ou em caso de falha dos sistemas de segurança. Por isso, a primeira dica para não correr riscos ao usar este tipo de utensílio doméstico é ler sempre o manual de instrução.

A válvula controladora de pressão, que libera o vapor quando a panela chega ao ponto ideal de pressão para o cozimento dos alimentos, o pino de saída do vapor e a válvula de segurança, que entra em funcionamento facilitando o escoamento do vapor caso a válvula controladora de pressão fique obstruída, são os sistemas de segurança básicos das panelas de pressão.

O que pode causar acidentes

Em casos de acidentes, a Tramontina menciona que o tamanho do dano vai estar ligado diretamente à proporção de pressão dentro da panela no momento do acidente. "O estrago pode se resumir à deformação da panela, à deformação e quebra do fogão ou até mesmo à deformação da panela somada à destruição do fogão, além da destruição do ambiente. Em todos os exemplos citados acima é imprescindível lembrar que, se o cozinheiro estiver no ambiente, corre grande risco de queimadura ou até mesmo de perda de membros", adverte.

Para que a panela continue durante toda a sua vida útil como um utensílio seguro, é necessário realizar a limpeza dos sistemas de segurança e a troca do anel de vedação a cada dois anos, em média. Além disso, o anel deve ser trocado toda vez que ficar rígido e quebradiço.

Sempre que for usar este tipo de panela, verifique se as válvulas estão desobstruídas. Também preste atenção para que a água colocada seja suficiente para produzir vapor durante todo o tempo de cozimento e nunca leve este tipo de panela ao forno.

Determinados alimentos não devem ser cozidos em panela de pressão, como molho de maçã, frutas, cevadinha, mingau de aveia, cereais diversos ou massas, pois podem fazer espuma ou estalar e obstruir a liberação da pressão. Em caso de alimentos que se expandem durante o cozimento, como arroz ou vegetais secos, encha a panela apenas até a metade de sua capacidade, pois preencher acima deste limite pode entupir as válvulas e ocasionar excesso de pressão.

No geral, o importante é nunca deixar que o volume da água e dos alimentos que serão cozidos preencham juntos mais do que 2/3 do espaço interno da panela. Outra dica é diminuir a intensidade do fogo depois que a panela começar a liberar pressão, assim você economiza energia.

Na hora de fazer a descompressão, nunca levante a válvula com a mão, pois o jato de vapor poderá causar queimaduras. Use sempre um utensílio de madeira ou nylon. Se tiver dificuldade para mover a tampa, significa que ainda há pressão interna. Neste caso, não faça força para que a tampa abra e derrame água fria sobre a panela para resfriá-la.

Leia também sobre como limpar cada tipo de panela.

Tags:

Comentários


  • 27 de outubro de 2011 às 00:00
    parabens as explicaçoes estao legais
  • 18 de novembro de 2012 às 00:00
    ACHEI MUITO ESCLARECEDORAS AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE SITE, BEM COMO CLASSIFICARIA COMO DE UTILIDADE PÚBLICA. TRABALHEI NA AVIAÇÃO CIVIL E TENHO ESPECIAL INTERESSE POR SEGURANÇA FACILITANDO ASSIM A CHEGADA ATÉ ESTAS INFORMAÇÕES. SERIA INTERESSANTE QUE TAIS DICAS FOSSEM DISPONIBILIZADAS EM SITES DE OUTRAS NATUREZAS, COM CHAMADAS ATRATIVAS PARA QUE UM MAIOR NÚMERO DE PESSOAS TIVESSEM SEU INTERESSE DESPERTADO PARA ASSUNTO DE VITAL IMPORTÂNCIA NO DIA A DIA DELAS. MUITO OBRIGADA E PARABÉNS!
  • 22 de janeiro de 2013 às 00:00
    gostei das explicações dadas assim agente evita acidentes, os acidentes as vezes acontecem por falta de informação..muita gente precisa dessas informações para diminuir os acidentes que acontecem no brasil afora....
  • 22 de janeiro de 2013 às 00:00
    achei Excelente pois eu tenho muito medo de usa la
Ir para o topo